segunda-feira, novembro 23, 2015

O Crohn e eu.... Odeio-te Lactose

Boa Noite Estrelinhas!

Algum tempo, vi no Blog Atrapalhada... Mas Feminina, da Liliana, um tema que me interessava. [Saúde] Intolerância à lactose - Queijo tipo flamengo.

Assim sendo, decidi copiar a ideia da Liliana e publicar aqui no Blog. Mas porquê, perguntam-se vocês. Simples, acho que é um tema que deve ser abordado com mais frequência, para chegar a mais pessoas, sejam elas intolerantes a lactose, sejam elas doentes de Crohn.

Mas o que é o Crohn?

Bem, não vos vou contar tudo aqui. Mas deixo-vos o link para que possam ir espreitar quem é e o que faz este monstrinho chamado Doença de Crohn.

Eu comecei com os sintomas aos 17 anos, mas não os sintomas chamados "normais". Inicialmente comecei [com o que foi diagnosticado na altura, pelo médico] Arritmia, neste caso taquicardia, o coração bate mais rapido, batimentos superiores a 100, por minuto. Na altura o medico, da Urgência Geral, aconselhou-me a não correr, não jogar nem fazer esforços. Confesso que na altura o desgraçado do medico não fez caso de mim, muito menos no que os bombeiros escreveram na minha ficha. Alias, ainda gozou com a situação a dizer que se realmente o meu coração estivesse assim já tinha esticado o pernil, lembro-me vagamente na altura, os bombeiros e farmacêuticos medirem-me a tensão 3 vezes. Sim nessa altura passei mal numa farmácia em Setúbal, sem qualquer aviso prévio, do nada desatei a chorar, aflita do peito e cai para o lado. A única coisa que ouvi já no hospital foi a mínima a 14 e ritmo cardíaco a 145 p/min. E claro ouvir o médico a rir a gargalhada.

Com o tempo, a minha "Arritmia" começou acalmar e começou as dores de estômago e vertigens. Escusado será dizer que nos exames NUNCA acusou nada. E segundo a minha antiga medica de família eu precisava era de um psicólogo. Com os dias a passarem, começou a azia, azia ao ponto de fazer todo o conteúdo do meu estômago sair e as lágrimas correm-me pela cara sem razão aparente. Nessa época, com 17 anos eu pesava sensivelmente 53/54Kg. No espaço de 2 meses cheguei aos 37Kg, só vomitava, era correrias para a casa de banho que nunca mais terminavam. Até que finalmente encontrei um Médico, sim com M bem grande! Porque tantos meses a sofrer e internamentos e a piorar, nunca ninguém soube o que fazer ou o que seria. Aos 17 anos alem de ter apenas 37Kg, ter uma cor cinzenta esverdeada e não conseguir manter um simples copo de agua no estômago era horrível. E claro... mas más línguas! Oh essas, as pessoas não sabem, mas mesmo sem saber inventam! "Ahh pobre coitada da mãe, a criar uma filha para ela vir com a mania das dietas, olha o ponto que ela chegou" ou então "Anorexia, é o que é. Essas miúdas metem-se nas dietas e dá nisto. Agora a mãe que se aguente. Não via o que a filha andava a fazer?" ou a minha preferida! "Oh Dona Paula, parabéns! Vi a sua filha ontem, nem sabia que ela estava gravida! Mas a pobrezinha devia de se alimentar melhor, naquele estado fazer dieta não é o ideal!"

Sim, de facto eu parecia um palito com uma ervilha... mas caramba! De todo este processo e aos 18 anos finalmente ser diagnosticado o Crohn, eu não tinha entendido o que isso era, nem as limitações. Ora vejamos, eu fazia natação, andava em orientação, jogava futebol e ainda andava na aeróbica.   Comia muito, mas muito mesmo e nas saídas ia iogurtes comigo, um bolo, uma barra energética ou um pacote de leite. E do nada, tudo isso é-me proibido. Cozidos e Grelhados, dizia o meu médico. Batata, arroz ou esparguete, nada mais que isso, carne de porco uma vez por semana, carne de peru ou frango, posta de pescada. E pouco mais era a minha dieta, nada de doces, nada de nada de leite! Como é que eu podia deitar-me a noite sem ter bebido o meu leitinho? Aqueles dias bem quentes, em que eu ia ao frigorífico e bebia leite do pacote que me sabia tão bem. Tudo isso foi cortado.

O meu leite na altura? Era uma miragem bem lá no fundo. Tentei leite de arroz, leite de soja até que encontrei o AL 110


De inicio... estranha-se. Mas depois entranha-se hehehe a verdade é que só no inverno é que se bebia bem, mas só com um pouco quase nada, só para dar cor de Nesquik. No verão? Os gelados? Só Calippo, já disse que odeio o Calippo? E leite? Era de todo impossível conseguir beber ele no verão. Nem iogurtes, nada! Corri tudo a procura de produtos lácteos sem lactose...nada de nada. Comecei a entrar em desespero. Até que resolvi entrar em contacto com a Mimosa, perguntar se tinham produtos sem lactose, expliquei a minha situação. Escusado será dizer que a Mimosa, nem se deu ao trabalho de me mandar pastar. Mas o certo é que meses depois encontrei no continente leite mimosa 0% Lactose, não digo que a causa disto foi o meu email, duvido muito. Mas fiquei super feliz, agora o que me desmoralizou completamente foi o preço. Um litro de leite um euro e tal, um absurdo! 
Hoje temos vários produtos sem lactose, e no continente podemos encontrar estes.

Continente




























Ou normal, a 1,99€



















No Lidl também encontramos Leite e queijo sem Lactose. Apesar de a escolha ser muito mais reduzida.

O preço do Limiano 50% Gordura é basicamente o mesmo preço no Continente














No entanto, já o leite encontra-se a .89 cêntimos o litro. O que é excelente, não só a nível de preço, mas assim como no sabor! E eu adoro-o.








Ou no Aldi, também encontramos leite mais em conta. A .99 cêntimos o livro. E também é um dos leites que consumo e adoro!
















No Jumbo a variedade também se faz notar, e até tem preços acessíveis.



Salvo erro também já encontrei Natas sem Lactose, mas 200ml, um simples pacotinho rondava os dois euros. 


Muitos destes produtos sem lactose, eu já os provei e adorei, pouca ou nenhuma diferença vi dos tradições iogurtes, queijos e leite.

O Jumbo tem uns iogurtes deliciosos de aroma a Mel, divinos!


Como podem ver, D.Crohn ou Intolerantes a Lactose, vocês tem já uma vasta gama de produtos sem lactose. Infelizmente alguns não tirei foto e nem me recordo dos preços, e os mesmos não se encontram nos sites. 
A Nova Açores salvo erro, agora só mesmo a olhar para o pacote do leite é que consigo confirmar, assim como o leite da marca do continente, existe Sem Lactose. Mas na minha opinião são horríveis, não só de sabor, mas a cor é duvidosa. Eu adoro o meu leitinho branco, e não aquele de aspecto sujo e de um sabor meio estranho.


Entretanto, se eu encontrar mais produtos lácteos 0% Lactose, eu volto a publicar aqui no blog, mas se vocês consumirem alguns produtos que não tenham sido referidos aqui. Por favor tomem a liberdade de partilhar connosco!

Espero que tenham gostado desta publicação e uma vez mais peço. Partilhem comigo e com as seguidoras deste blog produtos Sem Lactose que vocês consomem.

Peço desculpas as fãs/consumidoras de Soja por esta publicação não mencionar nada sobre esse tema. Mas experimentei uma vez e detestei, então não estou dentro do assunto no que toca a essa procura.


Boas leituras e até manha





5 comentários:

  1. Deixa lá, não precisas de perder muito tempo com preços, estão sempre a meter novas promoções e actualizar preços, basta dar uma ideia.
    Soja... Também tentei e não dá mesmo... Nem leite de arroz nem de amêndoa nem de todos os tipos que eu já tentei... Só mesmo leite sem lactose normal (do pingo doce ou continente, que os outros são caros, só mesmo em promoção) e não o consigo beber puro, só com Nestum ou no puré...

    Há médicos que não servem nem para varrer o chão, já sabes a minha opinião sobre isso...
    Quando ao teres de desistir do que estavas habituada, imagino bem o difícil que foi. Tive de abdicar de outras coisas que gostava muito porque me fazem mal, e tentei também viver sem glutén, não deu mesmo. Já da lactose desde pequena que sou intolerante por isso não sinto falta mesmo nenhuma. E queijo só mesmo flamengo e iogurte apenas um por dia de vez em quando, NUNCA em jejum e apenas do GREGO, que devido ao processo todo que leva a fazer elimina-se grande parte da lactase, mas acho que mencionei isso no blog. Mas mesmo assim se o comer em jejum, esquece...
    Só ao lanche ou depois do almoço e assim... E evito à noite, antes de ir dormir...
    É uma seca...

    Bom post ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu iogurtes um ou dois por mês, ainda consigo comer. Mas a meio da Tarde só. É mesmo complicado quando temos de deixar de fazer/comer e afins. A Sorte é que nos vamos habituando, mas la está inicialmente é um pesadelo.
      Tks ;) mas a ideia foi toda tua, pois foi de ti e tu sabes, que me surgiu esta ideia [copiada]

      Eliminar
    2. Neste caso não foi copiada, por para mim copiar é "copy past" sem créditos, como é "moda" por ai e elas (e eles) pensam que não, mas descobre-se sempre. Foi inspirado em mim, assim é que é ;)
      Pois de resto é a tua experiência pessoal, por isso é um post totalmente teu :)

      Eliminar
  2. Olá! O Pingo Doce também tem produtos sem lactose, incluindo leite, queijo, iogurtes e gelados. :)
    http://www.pingodoce.pt/pt/produtos/artigos-sleite/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patricia,

      Obrigada, já tinha ouvido falar que o pingo doce também tinha, mas por acaso nunca lá fui espreitar. E nesta publicação nem me lembrei. Obrigada

      Eliminar