O Nosso Portugal

Lugares e Curiosidades

Estrelas Em Contos

Opiniões de Contos

eBooks

Leitura Digital

Crónicas de Uma Desastrada

Sou uma Desgraça de Metro e Meio

Autores do Brasil

Divulgação e Opinião

sábado, novembro 17, 2018

DII - Doenças Inflamatórias do Intestino

Boa noite Estrelinhas!

Vamos falar de coisas sérias!

Quem é que já não ouviu falar das famosas DII [Doenças Inflamatórias do Intestino] e pensou / disse que as mesmas são fingimento, coisas sem qualquer sentido/gravidade, exagero dos portadores. Que a doença tem cura sim! Basta mudarem a dieta, sejam vegan / vegetariano. A culpa é do McDonalds!

Ouve-se tanta coisa de pessoas que tem de conhecimento ZERO sobre uma DII. 

Vamos por partes.

A doença de Crohn e a Colite Ulcerosa NÃO têm cura! Não passa com uma simples dieta vegetariana, não passa com terapia seja ela de que género for.

Uma DII não aparece só porque vamos comer ao McDonalds, vejam bem, existe crianças, bebés de meses com Colite ou Crohn, bebé que mamam [peito ou leite de lata] Eu como doente de Crohn, acho uma afronta e falta de respeito completo quando me dizem, devias comer verduras, devias deixar de comer carne, é isso que causa as tuas crises e se mudasses de alimentação serias saudável. 

A vontade que me dá é agarrar da cabeça da criatura e sacudi-la de tal forma até que o cérebro liberte toda a bosta que tem agarrada e a pessoa consiga pensar livremente. 

Cada doente com DII é diferente do outro. Conheço pessoas que não têm qualquer problema de comer uma sopa de legumes, mas já comer um pastel de bacalhau é quase uma certidão de óbito, no meu caso é o inverso. Se eu comer uma sopa de legumes, uma sopa de espinafres, brócolos ou qualquer coisa da família, é uma tentativa de suicido contra a minha pessoa. Não dá, sinto-me mal, mal disposta, com uma gasearia terrível,  cólicas horríveis, suores frios/quentes, vertigens e com a impressão de que as minhas entranhas estão a tentar-se suicidar ao espremerem-se e torcerem-se dentro de mim. É caso para dizer que entro logo numa relação seria e duradoura com a sanita e um alguidar em mãos. Sim porque a coisa fica bastante critica. 

As piadas comuns de: "Estás doente? É que nem parece, não estarás a exagerar?" 

Meu amor, se tu soubesses as dores e mau estar que dá, os espasmos abdominal, as falsas vontades de evacuar, o traseiro completamente em brasa porque apesar de teres vontade de evacuar já não sai nada excepto espuma... não brincarias com isso.

Vocês, brincam sobre uma DII, mas quando tem uma gastroenterite já choram baba e ranho, e é só coisinha de uma semana no máximo. Agora imaginem isso todos os dias, imaginem o que é irem almoçar uma canja e mal levam uma colherada a boca já correm para o W.C completamente aflitos tanto para vomitar como para evacuar.

Vocês diriam para um cego algo como "só não vês porque não queres? Deixa-te de fingimento?" Ou para um diabético "deixa-te de cenas e come lá mais esta fatia de bolo, diabetes, pois sim! Só desculpas esfarrapadas isso sim!"

Então não façam o mesmo connosco, porque decididamente nós não podemos controlar uma crise, não podemos apertar as badanas do traseiro e dizer, "nop, não vou arrear o calhau agora, aguenta querido. Vais daqui a 2 ou 3 horas" porque quando a vontade dá, nós temos MESMO de ir a um W.C. 
Até podemos contrair as badanas do traseiro, mas isto é apenas uma falsa sensação de segurança de que aguentaremos até ao W.C, porque a verdade é que mais da maioria das vezes a gente perde a batalha a meio caminho.

Quantas são as vezes que a meio da noite, acordamos com uma forte dor de barriga, daquelas que mal conseguimos respirar, aquela dor que dá calor e frio ao mesmo tempo, uma ligeira tontura e aquela aflição de que vamos mesmo sujar a cuequinha ali e pior de tudo! Vamos acordar @ noss@ companheir@ porque cagamos a cama toda e nem nos conseguimos levar a tempo para ir ao W.C pois a dor foi tão forte que era impossivel?

Mas isso não é o pior, o pior é quando a doença começa apanhar mais do que só o intestino, quando estamos nós muito bem e puff uma picada inexplicável no fundo da barriga e quando te apercebes já te mijaste tod@ ou acordas, só tens tempo de chutar o lençol quando essa picada te dá e puff, já foste!

Vocês não fazem a menor ideia da humilhação que é olhar em redor [se estivermos na rua] e ver que as pessoas se aperceberam que te mijaste ou cagaste [dependendo do estando avançado da doença] ou teres de pedir que @ teu/tua companheir@ se levante para mudares os lençóis enquanto as lágrimas da vergonha que correm pelo rosto, a frustração de acordar em sobressalto ou a dor apanhar-te de tal modo desprevenido que não te dá tempo de dizer nem AI

Então por favor, não gozem, não desvalorizem a nossa doença. Não brinquem com  a nossa situação, porque é tão mau para nós. Não é só fisicamente que nos sentimos afectados mas psicologicamente também. Quem tem uma DII, não tem só ela. Tem "N" outros problemas derivados da doença ou que roça lá perto.

E tudo isto, apenas o pretendido é que se informem antes de fazerem piadas ou comentários bestas, o mais parvo que já ouvi foi... rezar o terço todas as noites, manhã e ir à missa. Que Deus iria curar-me. Ou então para beber um chá de nome que nem me dei ao trabalho de decorar, que em 72 horas eu estaria curada pois o chá iria limpar todo o mal que tenho nos intestinos.

Vocês podem saber mais em Doença de Crohn/Colite Portugal.


Também podem pesquisar na net, pois há muita informação, assim como reportagens sobre as DII.

Já agora aproveito para pedir para que votem [AQUI] no blogue Escadinhas [ que é o segundo na categoria Saúde] pois precisamos dos vossos votos na categoria de saúde, nos sapos do ano.
Ajudem-nos com 1voto = 1 e-mail. Com divulgação também nos ajudam. A vossa ajuda é extremamente importante, todos juntos vamos trazer para a luz as DII. Vamos remover o manto da invisibilidade do Crohn e Colite e mostrar que estas doenças existem, e ao contrário do que dizem, não há cura milagrosa! O Crohn e a Colite Ulcerosa são doenças reais, muito embora escondidas. Não são doenças visíveis para terceiros, mas podemos mostrar como é o nosso dia a dia e acabar com o ditado "coração que não vê, não sente". Vamos conhecer, apoiar e quiçá ajudar a maltinha com DII e acabar de vez com... Bebe um chá que isso resolve as imporesas que tens no intestino... Ou vira vegan/vegetariano que a doença desaparece. As DII não têm cura... e quem disser o contrario só mostra o quanto desinformado está.
Por favor, votem e divulguem, vamos juntos a mais longe.


Aproveito para deixar os links dos grupos existentes tanto para doentes DII como para familiares e amigos de doentes DII



Obrigada a ti, que chegaste até aqui.

Bom fim de semana

P.S: Comentários analfabetos não serão sequer reconsiderados a publicar aqui. Em caso de duvida, aconselho a marcar consulta com um médico de Gastro e perguntar se as DII tem ou não cura. 

P.S2: E uma vez mais vos recordo, existe bebés com DII, bebés de meses, então mais uma vez vos digo, NÃO culpem a alimentação, porque ai só irá mostrar o tamanho da burrice!
 

sexta-feira, novembro 16, 2018

Sou uma desgraça de Metro e meio #15

Boa noite Estrelinhas!

Bem...não sou eu...é ele! O meu Portátil tentou, uma vez mais, suicidar-se! Mas graças aos santinhos das tecnologias perdidas, ele voltou a vida!



Contudo, apenas me resta escrever ao pai natal para que este ano, ele me ofereça um portátil novo. Tipo... eu nunca lhe pedi nada né. E apesar de ser do signo escorpião, eu juro solenemente que este ano não empurrei ninguém das escadas, não dei uma palmada amiga no ombro de forma a que a criatura caísse do penhasco abaixo, nem a atropelei 7.14589267854125 vezes... mentalmente não conta, certo? É que se contar estarei em maus lençóis ahahha
 
Bem, espero estar de volta, caso contrario vou pedir indemnização a HP [vocês que têm tantos portáteis, podiam ser amiguinhos e oferecerem-me um, não acham? Não vos custava nadinha! O boss nem daria por isso, quer dizer, são tantos o que é a falta de um? Podiam dar para quebra ou erro de contas e tal, e tudo porque o sistema teve um breco!Simples heheeh]
 
Agora a serio, é mesmo verdade que estamos quase no final do ano? Really? Mas está tudo louco? Ainda agora era Verão e estava eu quase a esticar o pernil para ter a minha bebé. E no meio desta brincadeira toda a pirralha já tem quase 5 meses... estou a ficar velha!
 
Bem, vamos lá mas é parar de lamurias e vamos a assuntos sério.

Tenho "n" e-mails para ver, umas 500 opiniões em atraso e umas publicações de assuntos mais sérios.. é isso mesmo. Acho que irei para essa, é isso mesmo. E ainda tenho o NaNoWriMo.

Com isto tudo ainda não escrevi uma palavrinha que seja. Ai que estamos mesmo mal!!

Bem, vou mas é trabalhar.

Até já!

terça-feira, outubro 16, 2018

Lago do Silêncio de Anne Bishop

Lago do Silêncio
ISBN: 9789897731327 
Edição ou reimpressão: 10-2018
Editor: Saída de Emergência 
Idioma: Português 
Dimensões: 160 x 230 x 25 mm Encadernação: Capa mole  
Páginas: 416 
Tipo de Produto: Livro  
Coleção: Bang!


As leis humanas não se aplicam no território dos Outros. Algo que os humanos nunca devem esquecer… Depois do seu divórcio, Vicki DeVine assumiu a gestão de uma rústica propriedade perto de Lago do Silêncio, uma cidade humana que não é controlada por humanos. Na maior parte das cidades, humanos e Outros, os predadores dominantes que controlam a terra e toda a água, convivem num frágil equilíbrio. No entanto, quando não existem fronteiras, nunca se sabe o que está lá fora a observar.

Vicki estava à espera de encontrar uma nova carreira e uma nova vida. Mas quando a sua inquilina, Aggie Crowe - uma dos Outros -, descobre um cadáver, Vicki torna-se na principal suspeita, apesar das evidências de que nenhum humano poderia ter cometido o crime.

À medida que Vicki e os seus amigos procuram as respostas, forças antigas são despertadas pela perturbação no seu domínio. Elas têm regras que não devem ser quebradas - e todos os poderes destrutivos da natureza sob o seu comando.


«O mundo criado por Anne Bishop em Lago do Silêncio é tão imprevisível como fascinante.» SYFY

O Segredo de Black Hills de Nora Roberts

Entre sombras que escondem segredos, uma amizade de infância transforma-se numa paixão adulta.

O Segredo de Black Hills
ISBN: 9789897103254 
Edição ou reimpressão: 11-2018 
Editor: Edições Chá das Cinco 
Idioma: Português 
Dimensões: 160 x 230 x 25 mm 
Encadernação: Capa mole  
Páginas: 432 
Tipo de Produto: Livro

Cooper Sullivan passou os verões da sua juventude no rancho dos avós no Dakota do Sul, partilhando jogos inocentes e beijos roubados com a rapariga do rancho vizinho, Lil Chance. Agora, doze anos depois, o destino voltou a juntá-los em Black Hills. Coop deixou a vida frenética como detetive em Nova Iorque para assumir a gestão do rancho dos avós. Lil tornou-se uma mulher bela e respeitada, que não deixou que nada a impedisse de concretizar o sonho de abrir um refúgio para animais selvagens.

Mas algo, ou alguém, mantém uma constante vigilância sobre ela. Quando pequenos acidentes se transformam em atos de violência que terminam com a morte do puma de estimação de Lil, as recordações de um homicídio por resolver levam Cooper a assumir a proteção de Lil para a manter a salvo. Lil e Cooper conhecem perfeitamente os perigos que se escondem nas montanhas de Black Hills.

Agora têm de trabalhar em conjunto para descobrir um assassino maquiavélico que os marcou como a presa seguinte.

Um Bom Partido de Curtis Sittenfeld

A versão moderna de Orgulho e Preconceito, o clássico de Jane Austen.


Um Bom Partido
ISBN: 9789897103230 
Edição ou reimpressão: 11-2018 
Editor: Edições Chá das Cinco 
Idioma: Português
Dimensões: 160 x 230 x 25 mm 
Encadernação: Capa mole  
Páginas: 368 
Tipo de Produto: Livro

A família Bennet está em dificuldades. Para além dos problemas económicos, a frágil saúde do Sr. Bennet obriga as filhas mais velhas, Jane e Liz, a regressarem a casa. Esta é a oportunidade perfeita para a Sra. Bennet pôr em prática os seus planos de casamenteira. Isto porque o solteiro mais cobiçado dos últimos tempos voltou para Cincinnati. Chip Bingley é o sonho de qualquer sogra: atraente, com uma carreira de sucesso e a estrela do reality show Bons Partidos.

O candidato perfeito a marido de uma das filhas da Sra. Bennet. Quando Liz e Chip se conhecem no churrasco do 4 de Julho, a atração é imediata. Mas a relação é perturbada por Fitzwilliam Darcy, amigo de Chip, que desde o primeiro momento mostra a sua relutância para com Liz. No entanto, as primeiras impressões podem ser enganadoras…

Os Bebés Também Querem Dormir de Constança Cordeiro

Os Bebés Também Querem Dormir
de Constança Cordeiro Ferreira
ISBN: 9789897691416
Edição ou reimpressão: 10-2018
Editor: Matéria Prima
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 235 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 276
Tipo de Produto: Livro 

 Descubra a linguagem secreta das mães e dos bebés. Compreenda-os desde o nascimento e viva dias felizes e noites tranquilas. Sem choros, sem dramas.


O livro de referência da relação entre mães e bebés volta ao mercado numa edição revista.

Cada bebé tem, dentro de si, um manual de instruções.
Aprenda com a fada dos bebés a compreender os sinais.
Neste livro, Constança Cordeiro Ferreira fala-nos da mais antiga história de amor do mundo; aquela que une o bebé à sua mãe.
E conduz-nos através das dúvidas, receios e desafios da maternidade e paternidade.
Sem choros, sem dramas, com dias felizes e noites tranquilas.