Vamos Doar Livros à Nossa Biblioteca

Porque ler... é para todos

PASSATEMPO

Rio Equilibrium - Ricardo Tomaz Alves

Nacionalmente Bom

A procura de Autores Portugueses

Pedro LTorres

um Romance Histório do autor Portugues, Pedro L. Torres.

quinta-feira, Novembro 20, 2014

Passatempo - Rio Equilibrium [Chiado Editora]

Bom Dia Estrelinhas!!







Hoje temos um passatempo fresquinho, com a apoio da Chiado Editora.


Para ganhares o livro "Rio Equilibrium", deves preencher o formulário, de forma correcta.

Duvidas sobre as questões, podes consultar AQUI

Boa Sorte a todos os participantes!

O Blog não se responsabiliza por possível extravio, da obra enviada.




quarta-feira, Novembro 19, 2014

Rio Equilibrium - Ricardo Tomaz Alves

Boa Noite Estrelinhas

Hoje trago-vos uma obra Portuguesa, confesso que tenho aqui o meu exemplar mesmo ao lado para leitura. A verdade é que iniciei a leitura e tive de fazer uma pausa, muita coisa acontecer ao mesmo tempo. Quando finalmente ia voltar a leitura... a onde estava o livro? Pois, não o encontrava em lado nenhum. Procurei e procurei até.... que ontem a noite, o encontrei dentro da minha mala do portátil (não me perguntem o que é que ele fazia lá) o certo que é depois do jantar vou iniciar a leitura. E assim que acabar partilho com vocês a minha opinião.


Rio Equilibrium
Autor: Ricardo Tomaz Alves
Data de publicação: Março de 2014
Número de páginas: 410
ISBN: 978-989-51-1003-2
Colecção: Mundo Fantástico
Género: Literatura Fantástica

Sinopse

Há muito que o equilíbrio natural do universo foi afectado. Vida e Ethrom, anjo e demónio extraditados das origens, decidem por isso criar um ser que restaure o que foi destruído e reequilibre a natureza. É assim que é concebido Rio Equilibrium, um híbrido que possui o que de melhor e pior os criadores lhe transmitiram, lutando contra a própria harmonia. Trata-se de uma luta não só pessoal mas altruísta que trará uma nova esperança ao universo e a todos os seres que o habitam. Para ultrapassar os obstáculos, Rio contará com o auxílio de fortes personalidades que demonstrarão o valor e a importância da amizade. Esta é uma batalha que dará uma nova força à expressão “épico”, com batalhas titanescas e os seres mais bizarros, uns conhecidos do público, outros nem tanto. E isto é apenas o início…


terça-feira, Novembro 18, 2014

Ana Cristina Gomes - Nacionalmente Bom 8

Olá Estrelinhas!!

Temos Amantes de Poesia aqui? Sim? Maravilha, então deixem que vos apresente a nossa querida escritora, Ana Cristina Gomes.

A Ana Cristina Gomes, tem 32 aninhos.
Foi na Escola Secundária Mães D´Água, que nasceu o “namoro” e as primeiras tentativas de poemas. A paixão pela escrita foi sempre crescendo, sendo muitas vezes uma espécie de amparo das emoções vividas e sentidas.



Título: Esboço de um Sonho
Autor: Ana Cristina Gomes
Páginas : 66
Editora: Poesia Fã Clube
Formato Papel, AQUI
Formato eBook AQUI

Sinopse

Este livro não é mais que um conjunto de sentimentos expressos em palavras. São poemas de momentos, de sensações, de experiências que ficam perpetuados na escrita de um papel que não desaparecerá com o tempo.

Um pouco de mim sobre o livro:

Fica um excerto do prefácio que acho que resume toda a essência do livro
“Aprendi a ler com os poetas. Quis ser poeta. Perceber como se escrevem aquelas palavras quando um coração chora e uma alma uiva de dor. Quis sentir como se sente um poeta. Uma alma ferida, uma alma incompleta que se completa na incerteza de ser. Quis viver nas palavras, adormecer nos poemas. Olhar as estrelas e ler nelas um poema de amor. Ser poeta a tempo inteiro, esse sonho que acorda em mim e que acompanha os meus passos. Poesia, poemas, nada de rimas, apenas a essência de uma alma sincera na sinceridade do que escreve. Uma alma despida de adereços.
Escrevo para mim. Escrevo para recordar os momentos. Escrevo na terapia da alma. Uma escrita solitária. Uma escrita de uma só pessoa. Uma escrita sem público.”
Boas Leituras

sexta-feira, Novembro 14, 2014

Entrevista a Ana C. Nunes [Leitores vs Passatempo]

Boa Noite Estrelinhas!!

Hoje trago-vos as restantes perguntas feitas no passatempo Pack de eBooks, as questões foram respondidas pela autora, Ana C.  Nunes.



Perguntas semelhantes, foram "juntas" para dai evitar a repetição.

Espero que tenham gostado de ver a vossa perguntinha respondida pela autora

Quando se deu conta pela primeira vez que queria ser escritora?

Precisar um momento único é difícil, porque poucas coisas na vida acontecem de repente. Mas há sempre uma situação que eu costumo associar com esse meu gosto: que foi quando entrei no secundário e descobri que umas das minhas colegas gostava muito de desenhar e escrever histórias. E eu, porque gostei da ideia e porque achava que conseguia ser tão boa como ela, comecei a treinar e cada vez a ir mais longe. A tentar fazer. Essa outra pessoa que me inspirou, mais tarde chegou a trabalhar comigo na BD. Chama-se Natacha Salgueiro.


Sempre foi o seu sonho ser escritora?

Não creio que fosse. Pois apesar de adorar ler e imaginar histórias, quando era mais nova sonhava ser veterinária. Depois quando descobri que isso significava ter que tratar feridas e coisas que tal, mudei de ideias. Ehehe! O sonho de ser escritora veio muito mais tarde, quando tinha cerca de vinte anos.


Qual é a sua fonte de inspiração para os livros? / O que a inspira a escrever? / A sua inspiração vem de onde? Vê algo e pensa: seria um bom tema...?

Digo sempre que tudo me inspira, e essa é a verdade. Não há uma coisa só que me leve a escrever ou que me afecte mais que outra. Tudo o que vejo, sinto e cheiro, me move de alguma forma e é possível que, mais cedo ou mais tarde, entre numa das minhas histórias de forma mais ou menos clara. Se me perguntarem o que inspirou determinada cena, ou determinada personagem, raramente saberei precisar algo único. Existe uma amálgama de experiências e conceitos, conversas escutadas e momentos observados, mesmo que subconscientemente, que se entranham e mutam até se transformarem naquilo que escrevo.


Porquê essas histórias?

Porque são as que me dão gozo escrever. Não escolho as ideias que me tomam de assalto. Elas é que me comandam! E claro que por vezes tenho ideias menos fantasiosas e às vezes até as escrevo, mas por alguma razão o fantástico, a mitologia e a ficção científica, são os temas que mais me levam a escrever. Algumas acabam por não dar furto, é verdade! Mas felizmente a maioria satisfaz-me e maravilha-me. Nem tudo se aproveita. Nem tudo o que escrevo é bom, mas considero que a grande maioria das histórias que conto merecem ser lidas.


A escrita é um escape à realidade, ou um exteriorizar do seu universo interior?

Pergunta muito interessante! :) É sem dúvida um exteriorizar do meu universo interior, ou melhor dizendo, das galáxias que crio no pequeno universo do meu pensamento. Mas não deixa também de ser um escape à realidade, ou um reflexo da mesma, já que é impossível não deixar que a minha escrita seja afectada pelo que se passa à minha volta, no mundo. A crise financeira e um velho costume, serviram de base para o meu conto "Dispensáveis" (na antologia "Por Mundos Divergentes"), por exemplo.
Há quem diga que o acto de escrever é uma espécie de exorcismo. Talvez seja essa a definição mais correcta.


Como se sente quando está a escrever?

Depende dos dias! Às vezes sinto-me bem, completa, capaz das coisas mais incríveis. E depois há dias em que só quero atirar com o computador contra a parede, eliminar tudo o que já escrevi e berrar com toda gente. Bem, é como tudo na vida. Temos dias bons, dias maus, e dias perfeitos, e outros que são para esquecer. Felizmente posso dizer que, na maioria dos dias, escrever é para mim algo que faço sem esforço, que me consome mas não de forma debilitante. Acho que já não conseguiria viver sem escrever, desenhar, fazer algo com os mundos que criei e que entretanto vou formando.

Como redige os seus livros? À mão em papel?, Dactilografados? Digitados no computador? Ou como?

Gosto muito de escrever à mão e algo na escrita com a máquina de escrever que me fascina mas, por questões práticas, normalmente escrevo no computador, num processador de texto simples. Contudo a maioria dos apontamentos de ideias está em cadernos e pequenos post-its, escritos à mão. As revisões faço-as sempre à moda antiga, com a caneta vermelha em riste.
Técnina mista, portanto. :)


Um grande Obrigada a nossa querida Ana, pela atenção e carinho.

Bom fim de semana, com muitas leituras

quinta-feira, Novembro 13, 2014

Paulo M. Morais - Nacionalmente Bom 7

Boa Tarde Estrelinhas!

E aqui estou eu, de volta com o Nacionalmente Bom, e desta vez temos acompanhar-nos o escritor Paulo M. Morais. Confesso que nunca li nenhuma obra sua, mas nunca é tarde. Não é assim? E vocês? Já conheciam o Paulo? Já leram alguma das suas obras?  Contem-me tudito.

Vamos então ao que mais interessa!


Revolução Paraíso

Romance

2013

Sinopse

Alternando realidade e ficção, um romance que nos transporta aos agitados dias da pós-revolução: o retrato de um país que, entre o PREC e as eleições livres, procura um novo rumo.

Enquanto nas ruas se decide o futuro de um país, na tipografia de Adamantino Teopisto vive-se um misto de enredo queirosiano, suspense de um policial e ternura de uma novela: com sabotagens, amores proibidos e cabeças a prémio; tudo num ambiente de revolução apaixonado.
O rebuliço generalizado tem repercussões no alinhamento do jornal e no dia a dia das gentes de São Paulo e do Cais do Sodré.
A revolução é o tópico das conversas nas tascas, nas ruas, no prédio da Gazela Atlântica, contribuindo para o exacerbar das tensões latentes entre o patrão Adamantino e os funcionários. A vivacidade de uma estagiária, as manigâncias de um ex-PIDE foragido, os comentários de um taberneiro e as intromissões de um proxeneta e de uma prostituta, agravam ainda mais a desordem ameaçadora que paira no ar.
Nada foi igual na vida dos portugueses após a Revolução dos Cravos. Nada foi igual na vida da "família" Gazela Atlântica após o 25 de Abril.

Disponivel em:

Formato Papel AQUI
Formato eBook  AQUI

Estrada de Macadame

Ficção

2014

Sinopse

Um olhar comovente sobre a dor da perda e a coragem de enfrentar os demónios do passado 

Estrada de Macadame é a história do encontro improvável de quatro personagens com percursos de vida bastante distintos. A uni-los, a dificuldade de ultrapassar a dor provocada pela morte de alguém amado. 

Gina e Daniel separam-se quando percebem que procuram formas diferentes de superar a perda da filha: Daniel decide viajar para a Índia à procura do sentido da vida, Gina decide ficar e refugiar-se na rotina do quotidiano conhecido.

Adolfo, um sexagenário aprendiz de impressor numa gráfica que se tornou perito em afogar a memória da falecida esposa em copos de uísque, é um dos alunos do projeto de alfabetização de adultos em que Gina é professora. Apesar da diferença de idades, os ecos de vida semelhantes levam Gina e Adolfo a envolverem-se. E quando Daniel, obrigado a regressar da Índia, procura recuperar o seu casamento, Gina mostra-se confusa e dividida. 

A morte de um dos clientes habituais da tasca frequentada por Adolfo marcará o início de uma viagem catártica. Gina propõe-se conduzir o seu aluno até ao funeral, juntamente com Luís, um jovem que se tornou confidente de Adolfo. Ao pedir a Daniel que também a acompanhe na expedição até uma distante aldeia alentejana, uma mulher une de forma inesperada os destinos de três homens de diferentes gerações.


Formato eBook AQUI


quarta-feira, Novembro 12, 2014

Escravos da Luxúria - Kate Pearce

Escravos da Luxúria
Casa do Prazer - Volume 4
de Kate Pearce

Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 304
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789897261589

Sinopse

A única regra de Anthony Sokorvsky na vida é não ter nenhuma regra, especialmente quando os prazeres da carne estão envolvidos. Mas as suas sombrias atividades sexuais levaram-no por um caminho traiçoeiro que pode custar-lhe a fortuna, se ele não puser fim à sua imprudência e casar. A salvação vem na forma de Marguerite Lockwood. Apenas um dia na presença de Marguerite deixa Anthony encantado com ela e a fantasiar sobre as mil formas como pode levá-la a um novo patamar de êxtase escaldante.
Quando Anthony Sokorvsky se oferece para acompanhar Marguerite por Londres, ela não sabe ainda o que pensar daquele homem intrigante mas muito sensual. E quando ele começa a seduzi-la, ela dá por si completamente excitada. Nenhum homem antes conseguiu acender o desejo selvagem que agora arde dentro de si. Quando se entrega completamente às carícias hábeis de Anthony, Marguerite está por fim pronta a satisfazer as suas necessidades eróticas e a realizar as fantasias mais perversas do seu amante...

terça-feira, Novembro 11, 2014

Resposta a questão feita no passatempo Pack de eBooks

Boa Noite Estrelinhas,

Relembrando que no passatempo que esteve aqui no blog,
que era um Pack de eBooks

"Angel Gabriel - Pacto de sangue"
"Um Toque de..."

E também os gratuitos, serão enviados.

"A Última Ceia", "A Heroína e o Guerreiro", "A Heroína e o Vilão", cedidos pela Autora Ana C. Nunes.



Havia apenas uma questão que os participantes poderiam fazer a autora. Assim sendo e como o  Rui Alexandre(...) Lourenço,  foi o vencedor. Venho então transmitir a resposta da autora para vocês.

A questão colocada pelo Rui foi:
Qual a maior dificuldade para editar um livro?

Segue então a resposta que a Ana C. Nunes, enviou-me:

"Se por editar queres dizer publicar através de uma editora, a maior dificuldade é chamar a atenção dos editores. Quem, como eu, escreve fantasia e ficção científica, ainda mais problema s tem em encontrar quem aceite esse tipo de trabalhos. E mesmo depois de seleccionarmos as editoras que poderão estar abertas a submissões do género, muitas vezes estas nem sequer respondem. Os consecutivos "nãos" são maus, mas os silêncios são bem piores.
Quanto à dificuldade de editar em ebook, como tenho feito várias vezes, por conta própria, a maior dificuldade prende-se com o facto de ser muito difícil chegar aos leitores, ao público alvo, especialmente quando em Portugal ainda são poucos os que lêem regularmente livros electrónicos."

Recordo também ao Rui, para que consulte o seu email, e veja na pasta SPAM, por vezes pode acorrer que o email da autora possa lá ir ter.

Boas Leituras a todos.

Até breve